10 Coisas que Deixaram de Existir em Volta Redonda

PUBLICIDADE

Durante um tempo estamos publicamos imagens históricas da cidade nesse novo modelo, à pedido dos leitores. Resolvemos então publicar coisas que deixaram de existir em Volta Redonda nesse artigo, coisas e locais que foram citados por historiadores mas hoje não estão mais lá. Ou só existe ruínas, ou só história.

Coisas que Deixaram de Existir em Volta Redonda

PUBLICIDADE

Neste artigo separamos algumas fotos de lugares que deixaram de existir em nossa cidade, coisas impressionantes que ninguém imagina que existia até então, são essas 10:

1. Acampamento Central

O Acampamento Central foi um “bairro” que desapareceu em razão da expansão da CSN. As casas de madeira abrigavam famílias de trabalhadores da CSN, segundo conta os moradores, o local era um clima de total segurança e cordialidade entre os moradores.

Coisas que Deixaram de Existir em Volta Redonda

2. Hospital – Serviço de Saúde da CSN

Um Hospital todo construído de madeira que pertencia à CSN e atendia a toda a comunidade do Distrito. Em meados de 1942, estava localizado na margem esquerda do Rio Brandão, no local hoje onde está o bairro Nossa Senhora das Graças/Jardim Paraíba.

3. Cinema Poeirinha

Como Coisas que Deixaram de Existir em Volta Redonda não podemos deixar de mencionar no artigo O antigo Cinema Poeirinha em Volta Redonda, o antigo Cine Sta. Cecília, também conhecido como Cinema Poeirinha em Volta Redonda era um clássico local onde os moradores da época se reuniam para assistir os principais cartazes do Brasil.

Vrantiga Cinema Poeirinha em Volta Redonda
Cartaz do cinema poeirinha em Volta Redonda

4. A parada de Três Poços

PUBLICIDADE

A comunidade de Três Poços nos anos 40 resumia-se a um casarão de uma antiga fazenda imperial. a fazenda Três Poços. no qual existia um convento dos Padres Trapistas do Tremembé e nos anos 1950 dos Padres Jesuítas. Esta parada durou até o inicio dos anos 60 quando foi desativada, pois começaram a circular os ônibus entre Pinheiral e Volta Redonda. Atualmente existe apenas o piso elevado e as duas colunas. O teto foi roubado

5. Travessia sobre a linha de trem

Uma das coisas que em Volta Redonda não tem hoje, é travessia de nível em linhas de trem. Hoje as travessias de veículos sobre as linhas de trem só são feitas por viadutos. Em 1963, isso era diferente, existia trânsito para liberar a travessia de nível, como na imagem abaixo da passagem de nível onde futuramente viria a ser o viaduto Heitor Leite Franco.

Ciclistas e pedestres aguardando liberação da passagem de nível

6. Clube Náutico Recreativo Santa Cecília

O Clube em construção em madeira também era localizado no antigo acampamento central, deixou de existir após a extinção do bairro devido ao avanço da Usina. Próximo ao local foi construído em alvenaria o clube com o mesmo nome.

Volta Redonda que deixaram de existir

7. Pistas de skate e “Bacião”

Era um local de muita diversão entre os jovens, uma pista de skate que estava localizada na praça da Escola Técnica Pandiá Calógeras (Praça da ETPC). Hoje, ele está aterrado, e funciona um espaço com uma lanchonete com o mesmo nome.

Volta Redonda que deixaram de existir

8. Alto Forno 1

O primeiro Alto Forno da Usina Siderúrgica Nacional (CSN) foi extinto para construção de fornos mais potentes para a produção.

Biblioteca Pública de Santa Catarina, Artigo de 1946
Volta Redonda que deixaram de existir

9. Ponte de Madeira Sobre o Rio Paraíba

Uma ponte de madeira era a única travessia do Rio Paraíba na região. Construída em 1864, ligava o aterrado ao bairro que hoje tem o nome de Niterói, e posteriormente, parte da sua estrutura foi levada pelo Rio.

Volta Redonda que deixaram de existir

10. Campo de futebol na Vila

Campo de futebol onde hoje foi construído o Clube Recreio dos Trabalhadores, o local acontecia vários jogos amadores da antiga Vila Operária.

Coisas em Volta Redonda que deixaram de existir

Agradecemos por acompanhar essa história, entre em nosso Grupo do Facebook e mande mais fotos para publicarmos. Você chegou até aqui, por acaso viveu nessa época e conheceu essas coisas que Deixaram de Existir em Volta Redonda, que deixaram de existir? Fique a vontade em deixar também o seu comentário.

PUBLICIDADE

6 comentários

  1. Que belas lembranças! Morei até 7 anos no Acampamento Central. Eu d minha família amávamos morar lá, era mto bom, realmente tinha muita segurança e os moradores eram da paz e amigos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.